4 de maio de 2009

eu, visão de mim mesma




Sabe, estava perdida, incompreendida, esquecida...
Pensei muito no que a sociedade esperava de mim...
E esqueci de me preocupar com que eu espero da sociedade, do mundo, do verbo, do tudo...
Esqueci dos meus conceitos firmados, minhas regras e convicções...
Esqueci dos objetivos traçados.
E esqueci...
Dizem q mudei... Será? Não sei!
Na verdade não me conheceram por essa face, esse olhar, essa fala, escrita...
Na verdade não quiseram saber do EU verdadeiro que possuo.
Sou muito o que sou... Não o que acham.
E muitas vezes o reflexo disso não agrada as pessoas ao redor,
Antes me preocupava, hoje não mais (sabe, novo)...
Hoje vejo que sou muito mais do que me tomam...
Como digo: sou verdadeira. Se amo, amo; se odeio, odeio; se me faz falta, sofro; se não o faz, sigo; se não sinto, não minto; algumas coisas (pessoas) se tornaram apenas o nada outras são o meu maior tesouro.
Muitas vezes acabo por chocar as pessoas ao redor, muitas vezes a magoar, outras a simplesmente ajudar e entre uma e outra a vivo. (Alguém tem que viver neste mundo!)
Estou reaprendendo a seguir em frente, sem medo do que vier...
Estou de coração aberto, pés descalços, alma limpa, mente forte, sorriso nos lábios, blog pra comentar e muita, muita disposição de errar, acertar ou tentar.
Não temo a queda, temo sim, esquecer que sou forte pra continuar seguindo em frente, mas ando trabalhando minha memória e aprendendo a não esquecer das coisas importantes.
Sou Orgulhosa, Sou Forte, indiferente e muito exigente...
Adoro esta minha definição: Nem mais nem menos, na medida certa.
Um mix de tudo e um tanto de nada.

(eu, visão de mim mesma, uma redefinição de um texto antigo)

#1. Não é uma crise, apenas resolvi reeditar meu texto...

Um comentário:

damonharrison disse...

hey, i really like your blog, just hoping you could follow me as well? no pressure or anything haha, just trying to build a following. have a great day!