11 de maio de 2009

...e dançamos

É estranho...
Um dia a tristeza toma conta, faz meus ossos tremerem com o obstáculo, tenho febre, insônia, ânsias e muita vontade de chorar...
E de repente vem uma força mais que perfeita, aquela que sutilmente me eleva e levanta, me faz sorrir e desejar muito mais!
E dou risadas sinceras na mesa do bar;
E reencontro quem me fez sofrer e nada sinto;
E ando na chuva sem molhar;
E pego carona com um amigo e conversamos verdades que não podemos comentar;
E reencontro os mais antigos e queridos amigos e percebo o valor de tudo isso,
e encontro mais alguns amigos e brindamos...
E sinto o frio na barriga ao esperar as meninas para sair pra dançar...
...e dançamos
E percebi o sorriso no rosto, aquele que havia sumido da minha face, e me espantei...
é, o acaso... adoro!!!
E o anjo, o sorriso e muita música!
(Eu? Encantada!)



"The chills that you spill
Up my back keep me filled
With satisfaction when we're done
Satisfaction of what's to come
I couldn't ask for another (I-I-I-I)
No, I couldn't ask for another (that's right)
Your groove I do deeply dig
No walls only the bridge
My supper dish
My succotash wish (sing it baby)
I couldn't ask for another (uh-huh, uh-huh)
(I-I-I-I) No, I couldn't ask for another

Groove is in the hea-a-a-art"

2 comentários:

Suzana disse...

Que texto lindo, Marcelle! Nossa, minha cara. Parece que foi escrito pra mim. Parabéns, vc escreve super bem.
Beijos

Manoel José de Santana(Manoel Limoeiro) disse...

Meus parabéns amiga pelo seu trabalho. Sou seu seguidor do seu blog e gostaria que vc tb fosse a minha seguidora do meu blog. Um abraço de Manoel Limoeiro de Recife-PE.